LOADING...
02 abr

Ações em prol do empresariado em tempos de Covid-19

A pandemia do coronavírus chegou ao Brasil e está deixando muitos empresários preocupados com o futuro. Com o objetivo de reduzir a proliferação da COVID-19, o poder público está tomando diversas medidas, entre elas o fim das aglomerações de pessoas e isso significa também o fechamento das indústrias e comércios, o gera prejuízos inevitáveis para os empreendedores. Veja algumas ações sendo tomadas para mitigar os efeitos negativos dessa crise mundial.

Governo Federal

O governo federal e seus diversos órgãos e dispositivos estão agindo. Uma das medidas é a suspensão da cobrança de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) durante 6 meses, para micro, pequenas e médias empresas.

Existe ainda uma linha de crédito específica para ajudar a pagar os salários de funcionários de pequenas e médias empresas. Negócios com faturamento anual entre R$360 mil e R$10 milhões serão beneficiados, com juros de apenas 3,75% ao ano e 6 meses para começar a pagar. 

Os valores solicitados pelas empresas vão diretamente para a folha salarial, com o dinheiro caindo na conta do funcionário. Isso garante que a empresa pague até dois meses de salários utilizando a linha de crédito. Veja mais detalhes aqui.

Outra ação importante é a Medida Provisória 927, que lista ações para combater o efeito da pandemia sobre a economia, estabelecendo regras para trabalho à distância, um regime diferenciado para a compensação de horas trabalhadas, a antecipação de férias individuais para trabalhadores, entre outras questões. Veja detalhes sobre a medida aqui.

Governo de Goiás

Em Goiás, o Governador Ronaldo Caiado anunciou a abertura de uma linha de crédito emergencial, onde a Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) irá injetar R$500 milhões no mercado, destinados às micro e pequenas empresas, dedicado à manutenção do capital de giro, do pagamento de impostos, da mão de obra trabalhadora e outros custos fixos.

O empréstimo terá uma carência de 6 a 12 meses, com o pagamento em 24 parcelas. Para saber mais sobre esta medida, entre em contato com o GoiásFomento via telefone – 62 3216-4900 ou veja mais informações no site do Governo de Goiás.

Caiado também anunciou a disponibilização de R$15 milhões em linhas de crédito para as indústrias de turismo e hotelaria, eventos, bares e restaurantes. Também há a possibilidade de liberar mais R$ 15 milhões para estes setores junto ao ministério do turismo, já que estas atividades não são sustentáveis em um momento de isolamento social.

Dicas do Sebrae

Entendendo a situação,o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas oferece dicas importantes de gestão para lidar com a crise do COVID-19 e você pode ver todas elas clicando aqui.

Na luta contra o coronavírus, o Governo de Goiás disponibiliza um site com informações sobre o número de casos e os próximos passos que serão tomados na busca pelo combate responsável da COVID-19. Lá, você pode ver boletins epidemiológicos atualizados e notícias relevantes.

Leave A Comment