LOADING...
post satélite
23 jan

Já ouviu falar sobre post satélite?

Tudo que é novidade causa certo estranhamento, não é mesmo? Ainda mais com um nome tão, digamos assim, peculiar. No mundo digital, novas técnicas e ferramentas surgem quase que, diariamente e por isso, é preciso estar sempre “antenado” para se ligar em todas as evoluções que aparecem neste âmbito. Por falar em antena, você já ouviu falar sobre post satélite?  

Pois então, o assunto é recente e ainda pouco estudado, mas já se deve ficar atento a esta que promete ser a próxima evolução do Search Engine Optimization (SEO). Isso porque, grandes mecanismos de busca, como o Google, mudaram o algoritmo de forma que o rankeamento dos conteúdos vão além da palavra chave, mas considera a linkagem interna do artigo, utilizando os temas destas página ou posts satélites, como contexto da busca.  

Mas como isso funciona na prática?

O SEO está explorando uma nova forma de utilizar o link building (estratégia de adquirir links de outros sites). Esta nova forma de trabalho com a estratégia, utiliza um agrupamento de post’s em um post principal.  

O objetivo é valorizar os sites com maior foco em produção de conteúdo. Esta novo evolução criará um novo modelo de indexação de conteúdo em meio a uma alta competição nos resultados de buscas.  

A ideia por trás desta mudança, está na estruturação da sua estratégia de link building. Cada conteúdo é considerado como um post núcleo e a partir dele é constituída uma rede de links internos – estes serão os posts satélites, conteúdos relacionados ao tema do conteúdo principal. Esta construção auxiliará no processo de contextualização das buscas.  

Mas nada disso é aleatório, uma linkagem organizada e uniforme irá contribuir para facilitar que as ferramentas de busca façam o rastreamento das páginas em menor tempo. A organização e o planejamento desta estrutura de links internos são necessários para evitar que as páginas do seu blog concorram entre si. 

Como isto afeta o meu planejamento de conteúdo?

A partir desta mudança, no momento de realizar o seu planejamento de conteúdo, alguns ajustes serão necessários.  

Anteriormente a linkagem interna seguia uma ordem de desdobramento de assuntos, quase como uma sequência linear, onde a cada novo conteúdo um fator novo era apresentado ou um novo elemento abordado. Uma construção feita com base na jornada e no funil, ou seja, dos conteúdos mais genéricos para os mais específicos. 

Neste novo modelo, para favorecer o novo modelo de linkagem interna, devemos pensar o conteúdo em teias, a partir do núcleo post e sua conexão com os posts satélites. Sendo assim, o post núcleo é o de maior relevância. Isso gerará uma hierarquia de conteúdos e definirá o grau de relevância das informações dentro de cada tema. 

É importante também que seja feito um mapeamento dos conteúdos já publicados e a reordenação dos links internos de modo a definir e favorecer conteúdos que atuaram como núcleo e aqueles que passaram à posts satélites. 

Conclusão: a evolução do SEO é fato. Por isso, sua empresa precisa acompanhar este processo para ter um bom posicionamento nas SERPs (Search Engine Results Page). A dica é ficar de olho no sistema de posts satélites e agrupamento de tópicos do seu site para aprimorar a organização do seu conteúdo, aumentando seu potencial e rankeamento.  

Ficou curioso? A Trama tem uma equipe especializada em estratégias digitais e pode ajudar sua empresa a competir de igual para igual neste mundo tão amplo que é a internet.  

Não fique para trás!   

Leave A Comment